Econômicos
  • Crescimento de 17,7% da receita líquida consolidada, com resultados positivos no Brasil e na América Latina.
  • Aumento de 22,5% do EBITDA, com investimentos adicionais de R$ 88,0 milhões em marketing, financiados por ganhos de produtividade.
  • Valorização de 18% das ações da Natura, diante de uma queda de 41% do Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo.
  • Ampliação da geração e distribuição de riqueza para todos os públicos.
  • Índice de inovação, que havia caído para 56,8%, em 2007, saltou para 67,5%.
Sociais
  • Aumento de 50% no volume de vendas dos produtos do programa Crer Para Ver e sua implantação na Argentina.
  • Ampliação de 18,2% no número de consultoras e consultores, que alcançou 850 mil, no Brasil e no exterior.
  • Alta no índice de turnover dos colaboradores, no Brasil, de 9%, em 2007, para 12,37%.
  • A nova estrutura gerou a redução de 8,59% no número de colaboradores no País, concentrada, principalmente, na área administrativa.
Ambientais
  • Projeto Carbono Neutro elimina 9,0% das emissões relativas da Natura em dois anos, o que indica a proporção do desafio assumido pela Natura de reduzir em 33% em cinco anos suas emissões de Gases do Efeito Estufa.
  • Lançamento da linha infantil Naturé, que leva as crianças, de forma lúdica, a vivenciar as primeiras noções de uso consciente da água.
  • Redução do consumo de água (8,91%) e de energia (16,88%) nas operações industriais, por unidade faturada.